Archive for Outubro 2011

Futebol do Recife em 1928

Em uma época em que Náutico e Sport suam para subir para a série A, Salgueiro vai para a série C e o Santa Cruz acha glorioso sair da D, trago umas fotos dos clubes de Pernambuco em 1928. As fotos foram publicadas no jornal "A Província" em junho de 1928

A música é o primeiro samba gravado no Brasil, por Donga. O vídeo foi gravado na Record e Donga canta com Chico Buarque e Caçulinha comanda o arcodeon. Pixinguinha e Hebe Camargo observam e batem palmas.



1 - América Futebol Clube em 1928 - Anteriormente conhecido como João de Barros Futebol Clube

2 - América Futebol Clube em 1928
O jornal informava a seguinte escalação do "eleven": Em pé - Gama, Moacyr, Ralph, Erie, Casado, Meira, Tasso e Dioclecies. Sentados - Gandra, Maia e George

3 - Flamengo de Pernambuco em 1928 - Primeiro clube campeão pernambucano.
"eleven" da foto apresentado como: Em pé - Joaquim, Bernardo, Tota, Santinho, Badê, Roberto, Palmeira, Tancredo e Fritz. De Joelho - Pirota e Hermes

4 - Santa Cruz em 1928

5 - Sport Club do Recife em 1928
 No jogo relativo a esta foto, a "esquadra rubro-negra" foi derrotada por 2x1 pela equipe do América

6 - Torre Sport Club em 1928 - a conhecida "esquadra rubra"

Por que Olinda é patrimônio?

Desde 1982 Olinda é considerada um Patrimônio da Humanidade. Mas por quê? Quais são os atributos que possibilitam a atribuição de valor ao seu centro histórico? Michel Parent disse que Olinda não era uma cidade, mas um jardim repleto de obras de artes. E este jardim é hoje o principal ponto turístico do grande Recife.
Então, Olinda é patrimônio pelo:

Cantos Gregorianos:

Igrejas centenárias:
Igreja do Carmo

Igreja da Sé

Igreja do Rosário dos Homens Pretos de Olinda

Mosteiro de São Bento

Jardins das casas:
Casa a Rua de São Bento

Jardim no Alto da Sé
Arte em toda parte:

Mulher sobre telhado em casa próximo ao Alto da Sé (Influência de Botero?)

Bonequinhas de Barro

Eva

Traçado urbano:
Ao fundo Igreja de São João Batista

Casário típico de Olinda

Traçado da cidade, o mesmo desde a fundação

Integração entre arte e natureza (o jardim de Parent):
Igreja do Carmo entre coqueiros

As construções nascem do solo e integram-se a vegetação

Muito verde na cidade

Um jardim repleto de obras de artes


Mosteiro de São Bento:
Altar Mor do Mosteiro de São Bento

Para mais noticias sobre as Igreja de Olinda clique aqui e para um passeio virtual pela cidade clique aqui

Velho Recife de 1929 - por Manuel Bandeira

Ontem publiquei um post com imagens feitas por Manuel Bandeira para o jornal "A Provincia". Havia mais uma imagem, porém achei que ela merecia uma postagem isolada.

O desenho foi publicado em 21 de Agosto de 1929 e representa não só o "Velho Recife", como mostra o título da imagem, mas um sentimento nostálgico de revolta frente aos (des)encantos modernos pelo qual passava a cidade, sentimento típico daquele grupo citado no post de ontem.




No Jornal, abaixo da imagem, lê-se o seguinte texto, que eu transcrevo literalmente:

"O Velho Recife, o Recife ainda do seculo  passado que o naturalista Mansfield achou tão cheio de caracter, nas suas casas de typo portuguez, com telhas acanaladas e azas de andorinhas nas beiraes, encontrou em Manoel Bandeira um fixador surprehendente.
Antes delle nenhum setorista se demorara em desenhar trechos de caes abandonados, ruinas de antigas egrejas e telhados de casas seculares, juntos uns com os outros, como que se amparando e se protegendo mutuamente da destruição do tempo.
Reuniu Manoel Bandeira uma admiravel colleção de todos esses curiosos aspectos que infelizmente vão aos poucos desapparecendo.
Quando na verdade elles se poderiam conservar nas suas linhas e no seu espirito, concilliados com a necessidade de  melhoramentos urbanos.
O desenho de Manoel Bandeira que hoje publicamos fixa um recanto do velho bairro de São José"

Manuel Bandeira e seus desenhos de 1929

Manuel Bandeira, Gilberto Freyre, José Lins do Rego e Joaquim Cardozo formavam uma "patotinha" nos anos de 1920 do Recife. Todos eram amigos e fizeram muitos trabalhos juntos, sendo um deles  o jornal "A Provincia" que já era produzido na cidade a um certo tempo, mas que em 19 de Agosto de 1929 passou a ser dirigido por Freyre e José Maria Bello.


Claro que Freyre não iria deixar seu amigo Manuel Bandeira de fora e o convidou para fazer as ilustrações, juntamente com Joaquim Cardozo e Luis Jardim

As Imagens abaixo foram publicadas entre agosto e setembro de 1929 e são todas de Bandeira. Os nomes levam a links sobre as pessoas representadas.

A música talvez tocou nos carnavais de baile da época.








(nesse link não estou certo se é a mesma pessoa)

Propagandas Antigas do Recife de 1909

Propagandas Antigas publicadas no Diário de Pernambuco entre Julho e Dezembro de 1909. Muita coisa interessante contra enxaqueca, fadiga, calvície e outras necessidades do início do século XX. Play na música para ver acompanhado do  que provavelmente tocava nas salas dos aristocratas recifenses.

Patrimônio Mundial

Alguém postou o link desse projeto no twitter e achei muito bacana. A ideia é fazer um tour virtual por um dos mais belos locais do Mundo, considerado patrimônio cultural da humanidade.



Para fazer um tour virtual por Machu Picchu e planejar as próximas férias o link é http://www.panoramas.pe/machupicchu100.html


Logo que vi, me lembrei de um patrimônio cultural da humanidade mais pertinho de nós, o qual também tem algo semelhante.



O Link para ver a cidade de Olinda (e planejar o próximo carnaval) é http://www.olinda.pe.gov.br/olindaem360/

Seguidores